quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Mulheres brasileiras enganadas por muçulmanos através de "namoro pela internet"


(Não deixe de ler as atualizações ao final deste artigo, bem como Direitos das Mulheres sob o Islão e os links associados)

Quem não gosta de um romance, não é mesmo? Principalmente as mulheres que, eu creio ainda em sua maioria, sonham com um relacionamento mais duradouro. Isso ainda é possível, mesmo com toda a propaganda que parece exigir que as mulheres assumam um papel mais liberal, onde o "ficar" (ou seja, o sexo livre) seja mais importante que o "relacionar." Os homens, é claro, também são afetados por isso. Mas, neste artigo eu vou me focar nas mulheres porque são elas os alvos dos homens muçulmanos (pois só eles podem se casar com não-muçulmanas, ao passo que as muçulmanas só podem se casar com muçulmanos).

Tem existido uma febre de redes sociais de namoro via internet. E muitas destas redes têm levado mulheres não-muçulmanas em geral, e as brasileiras em particular, a tomarem atitudes que as fazem se arrepender mais tarde.

As mulheres mais carentes afetivamente se deixam levar pelo impulso incial e acabam se lançando em uma aventura desconhecida, condenada a crises de relacionamento devido às tremendas diferenças culturais, diferenças estas que têm um fundo religioso por parte dos muçulmanos (veja aqui um resumo dos direitos das mulheres sob o islão).

Em 2004, Daniel Pipes, do Middle East Forum, escreveu um artigo no seu blog intitulado Advice to Non-Muslim Women against Marrying Muslim Men (Conselho para as mulheres não-muçulmanas não se casarem com homens muçulmanos link). Este artigo se mantém atualizando com mais de 11 mil comentários, a maioria vindo de mulheres não-muçulmanas expondo as suas experiências negativas como esposa de muçulmanos, notadamente quando vivendo em comunidades islâmicas (sejam em países muçulmanos ou sejam em guetos islâmicos no ocidente - os muçulmanos tendem a se agruparem ao redor de uma mesquita).

Muitos dos problemas relatados têm a ver com o fato de que o islamismo é impresso nos muçulmanos desde o berço como se ele se tornasse parte do DNA. Os preceitos básicos ficam arraigados e é muito difícil extirpá-los. De modo que um ou mais destes preceitos religiosos poderão aparecer no comportamento do marido muçulmano: a esposa é propriedade do marido; a palavra ou opinião da esposa vale menos; o marido tem o direito de ter relações sexuais com a esposa quando ele quiser; o marido pode punir a esposa rebelde, inclusive bater nela; a esposa pode se ver envolvida em um relacionamento poligâmico; os filhos são propriedades do homem, que detém o direito à guarda; os filhos são muçulmanos, e devem ser educados como tal.

Os problemas citados acima têm uma grande probabilidade de surgirem. Mas não apenas estes. Outros problemas são:
  • que o casamento arranjado pode ser um truque para que o homem muçulmano imigre para o Brasil, ou
  • para forçar a futura esposa e se tornar muçulmana, recitando a shahada (e, lembre-se, é proibido a um muçulmano(a) deixar de ser muçulmano - ler mais sobre isso em apostasia), deste modo aumentando a base islâmica no Brasil. 
Um teste para alguma mulher que por ventura esteja se envolvendo sentimentalmente com um muçulmano e pensando em se casar com ele. Fale sério com ele um dia e imponha uma dessas condições: (a) nossos filhos irão escolher a religião deles; ou, (b) nossos filhos serão cristãos. Veja a reação dele, como ele vai pular fora ou vai simplesmente "esfriar" rapidinho com essa idéia de casamento. E se ele quiser te convencer a se tornar muçulmana para você se casar com ele, exija que ele se torne cristão para se casar com você. Faça estes testes. 

Uma reportagem recente de Mária Martín, do El Pais, Edição Brasil, intitulada Casamentos com estrangeiros via internet tornam-se assunto de estado trata deste assunto.
Tatiane Fernandes, de 29 anos, acabou de chegar do Egito graças a uma passagem que a Embaixada brasileira no Cairo precisou pagar para tirá-la do país. Após sete meses tentando namorar “em paz” com um egípcio que conheceu na Internet, Tatiane acabou dormindo em um carro, recusada pela família dele e sem uma moeda no bolso. "Vendi tudo o que tinha em casa a preço de banana, abri mão de muitas coisas, deixei minhas duas filhas aqui por um relacionamento pela Internet, mas [a realidade] não é sempre o que parece. Fui roubada, ameaçada, dormi com ratos, cheguei a sofrer de depressão e tive um derrame que paralisou a metade do meu rosto. Amo meu marido, mas foi muito sofrimento".
Casos como o de Tatiane têm se multiplicado nos últimos anos por conta da popularização das redes sociais. O Itamaraty não tem dados sobre o fenômeno, mas alerta para o alto número de casos. Há países, como o Egito, onde sobram os relatos do tipo. "São tantos que nem se imagina. Só neste ano já ajudei 50 mulheres, ", relata Sandra Fadel, líder comunitária brasileira no Cairo. “Antes da revolução contra o presidente Morsi havia ainda mais”, completa.
O Ministério das Relações Exteriores e a Polícia Federal alertavam, conjuntamente, nos seus sites sobre a tendência após receberem “numerosas queixas de cidadãs brasileiras vítimas de roubos, fraudes e violência cometidos por cônjuges estrangeiros que conheceram pela internet e com os quais tiveram pouco ou nenhum convívio presencial antes do casamento". Mesmo assim, os grupos nas redes sociais onde brasileiras procuram marido do outro lado do mundo são atualizados diariamente.
Pelos relatos que chegaram ao Itamaraty, já foi identificado o caso mais comum. A vítima, na casa dos 40 anos, é de classe média e média-baixa, e já teve um casamento anterior. Elas iniciam relacionamentos com homens da Ásia, Oriente Médio e inclusive da África com os quais se casam, por procuração ou presencialmente.
A maioria das histórias de amor nasce do mesmo jeito: por meio do tradutor do Google. O que começa como um bate-papo rapidamente torna-se um romance, principalmente quando se refere aos homens da cultura islâmica. “Eles te pedem em casamento no segundo dia", conta Tatiane, que mora em Taubaté, no interior de São Paulo, uma cidade de 280.000 mil habitantes."Destes relacionamentos podem surgir dois problemas: um é o do estrangeiro pleiteando o visto para vir para o Brasil, e em alguns casos ele entra no país e nunca mais dá notícias à mulher, e o outro é quando ela vai para o país estrangeiro e acaba tendo graves problemas de adaptação, violência ou até fraude", explica Marcelo Ferraz, assessor da Divisão de Assistência Consular do Itamaraty.
Fadel, voluntária do Cairo, reconhece que essa proposta é sedutora para o público feminino. "Elas se encantam quando eles falam de compromisso, quando escutam essa promessa de proteção... É como um sonho de princesa. Só que, depois, se revela apenas como uma forma de controle", conta Fadel. "A última menina que ajudamos veio até aqui sem falar uma palavra de inglês –comunicava-se com o namorado pelo tradutor da internet e por gestos- e com 500 dólares, quando a diária em qualquer hotel vagabundo não é menos de 50 dólares. ", lembra. “ Ela pensou que a família dele daria hospedagem, mas na cultura islâmica isso é uma vergonha. É preciso ter um mínimo de noção para iniciar uma aventura assim”, recomenda.
Tatiane termina dizendo “Não sei o que eu farei, não sei se eu vou voltar, não me arrependo de ter ido, mas dou esta entrevista para que outras mulheres pensem antes de fazer o que eu fiz”.
Daniel Pipes, no seu blog citado anteriomente, cita um documento do Vaticano intitulado Erga migrantes caritas Christi ("O Amor de Cristo para os Imigrantes"). Este documento de 80 páginas diz o seguinte no tocante ao casamento de mulheres católicas (mas podemos generalizar o texto para todas as mulheres não-muçulmanas) com homens muçulmanos: 
Quando, por exemplo, uma mulher católica e um homem muçulmano desejam casar, ... amarga experiência nos ensina que uma preparação particularmente cuidadosa e profunda é necessária. Durante isso, os dois noivos devem ser ajudados a conhecer e conscientemente "assumir" as profundas diferenças culturais e religiosas que terão de enfrentar, tanto entre si quanto em relação a suas respectivas famílias e ao ambiente original do muçulmano, para o qual eles possam eventualmente retornar após um período passado no estrangeiro.
Se o casamento for registrado com um consulado do país de origem islâmica, o cônjuge católico deve tomar cuidado com recitar ou assinar documentos que contenham a shahada (a profissão de fé muçulmana).
Caso o casamento se celebre ... uma das tarefas mais importantes de associações católicas, trabalhadores voluntários e serviços de aconselhamento será ajudar essas famílias a educar seus filhos e, se necessário, apoiar o membro menos protegidos da família muçulmana, que é a mulher, a conhecer e insistir sobre seus direitos. 
Ressalto, apoiar o elemento menos protegido da família muçulmana: a mulher. 


Meninas, por favor, abram o olho, se cuidem, e se valorizem!


Atualização: achei um link interessante de uma brasileira que vivia no Egito e que complementa bem este meu artigo: As Leis do Amor para os Muçulmanos.


Atualização. O site do Ministério das Relações Exteriores tem este texto alertando para o assunto:
Relacionamentos com estrangeiros pela internet
O Ministério das Relações Exteriores vem recebendo numerosas queixas de cidadãs brasileiras vítimas de roubos, fraudes e violência cometidos por cônjuges estrangeiros que conheceram pela internet e com os quais tiveram pouco ou nenhum convívio presencial antes do casamento. De acordo com os relatos recebidos, que incluem denúncias de cárcere privado, é frequente, nesses casos, que os maridos estrangeiros mudem completamente de comportamento, logo após a formalização do matrimônio, tornando-se agressivos e manipuladores ou interrompendo repentinamente o contato com as vítimas, após obterem visto de permanência no Brasil. Nessas condições, recomenda-se às brasileiras e aos brasileiros especial cuidado com os relacionamentos virtuais mantidos com estrangeiros com o propósito de celebrar casamento, a fim de protegerem-se contra golpes e situações de risco. Sugere-se, entre outras precauções, buscar obter referências do cidadão estrangeiro por parte de terceiras pessoas de conhecimento comum, além de evitar manter o contato restrito aos meios de comunicação à distância, previamente ao matrimônio. 

Atualização: uma reportagem na revista Glamour intitulada "Larguei tudo pelo meu namorado turco até descobrir que ele era casado."
Poligamia faz parte do islamismo. 

Atualização: uma  reportagem do Fantástico que vale a pena ser revista. Leia o texto disponível on line.

Atualização: Estou reproduzindo um comentário de uma leitora anônima, que, na verdade, traduz bem o meu sentimento quanto a este fenômeno de mulheres brasileiras serem assediadas por muçulmanos na Internet.
Estou lendo esses depoimentos aqui e estou desacreditando. GENTE, COMO PODE HAVER MULHERES TÃO CARENTES ASSIM, quando tá na cara que vai entrar em roubada? Meu Deus, acorda mulherada! Vocês não são mais crianças não! Se liguem! Há bons homens aqui no Brasil, tem que saber procurar! Entrar numa situação assim, se meter numa cultura que é MUITO diferente, permeada por uma religião que tem traços medievais, e comportamentos sociais e legislativos regidos por uma religião é inconcebível! Gente, estou em choque com o tanto de absurdo que eu li aqui...o camarada fala que ama, que quer casar, elogia isso e aquilo e sente ciúmes que as outras já gamam, mandam foto pelada, cogitam mandar dinheiro e mudar de país...PAREM com isso! CRESÇAM! Meu Deus do céu. Desculpem se ofendi alguém, MAS É ISSO MESMO! Pronto, falei.
Atualização: Um canal do YouTube muito importante. Uma brasileira relata a sua experiência casada com um turco. Ela compartilha as suas experiências e comenta diversos assuntos muito importantes. Um lembrete. A Turquia é o país considerado como "moderno." Se o que ela discute acontece na Turquia, imagine nos demais países islâmicos, todos muito mais conservadores.

Canal Sobrevivendo na Turquia
Vídeos: Casamento com um Turco: quando dá errado --> Parte 1 de 3
Vídeos: O que perdemos e ganhamos casadas na Turquia --> Parte 1 de 2
Vale a pena assistir ao canal completo

Atualização: o jornal inglês The Independent traz a entrevista de meninas que foram seduzidas a se tornarem esposas de jihadistas do Estado Islâmico. Elas foram seduzidas através de namoro na Internet, no qual elas estiveram em contato com homens glamorosos e sedutores, em aparência e em modo de falar.


Atualização: Estou reproduzindo um comentário de uma leitora anônima extrangeira que vive no Brasil:
Não sou brasileira, mas vivo no Brasil há muitos anos e sou casada com um brasileiro. Li TODOS os depoimentos publicados e fiquei PASMA ao ver o quanto tem mulheres TONTAS e que se deixam enganar facilmente. São tão carentes que acreditam nas tolices desses homens árabes: amor a primeira vista! Sou filha de um francês que morou durante toda a sua juventude na Argélia, país do norte da Africa onde a população é muçulmana. Vivi na França até os meus 23 anos, depois me mudei para o Brasil. Que eu explico algo: os árabes estão atrás das mulheres brasileiras, porque estão atrás de SEXO e nada mais! A mulher brasileira é sensual, vive de shortinho, saia curta, fio dental, usa um cabelo comprido, bota silicone nos peitos. Os muçulmanos vivem em países repressivos, não se pode ter sexo fora do casamento. Eles estão atrás de papos eróticos, ou de fotos das brasileiras nuas. Para eles, TODAS as mulheres que não são muçulmanas, são mulheres IMPURAS, não valem nada. Segundo os valores deles, a mulher tem que ser coberta, não deve mostrar o seu cabelo, seu corpo etc. Para eles, mulheres liberadas como as brasileiras, são vistas como PUTAS. Não só as brasileiras: as italianas, as alemães, as francesas etc. Só que na Europa, ninguém se deixa iludir, já que muitos deles trabalham na Alemanha, na França etc. e sabemos como são. As mulheres de lá já sabem como eles agem com as esposas: maltratam, desprezam, dominam etc. Na população francesa é SUPER MAL VISTO um casamento com um muçulmano. Meu pai nunca teria aceitado eu me casar com um deles! Lembro de uma colega de trabalho que se casou com um argelino. Ela foi morar no país dele. Na França, ele a tratava bem, mas quando chegou na família dele, ele mudou completamente: a esposa francesa foi obrigada a se vestir toda coberta e só podia sair para a rua na companhia do marido ou de um algum parente dele, caso ele estiver viajando!!! Quem vigiava os gastos dela nas lojas era a sogra, que tinha um domínio sobre as noras. Ela vivia enclausurada, refém. Ela foi salva graças à ajuda de uma vizinha que repassou um bilhete para a embaixada francesa. A minha colega foi resgatada e levada até o aeroporto por funcionários da embaixada. CUIDADO COM VOCÊS MULHERES BRASILEIRAS!!!!
1) OS CARAS MUÇULMANOS SÓ QUEREM UMA RELAÇÃO SEXUAL VIRTUAL. NUNCA ENVIAR FOTOS DE VOCÊS NUAS!! ELES PODERÃO CHANTAGEAR VOCÊS COM SUAS FOTOS! ELES PODEM DIVIDIR SUAS FOTOS COM UM MONTE DE AMIGOS DELES OU PODEM DIVIDIR COM ESTRANHOS EM TROCA DE OUTRAS FOTOS E SUA FOTOS INTIMAS ESTARÃO ESPALHADAS PARA O MUNDO VER!
2) MULHERES MADURAS, CARENTES, SEPARADAS OU VIUVAS, CUIDADO PARA NÃO CAIR NAS REDES DA SEDUÇÃO BARATA. ELES TÊM ALGUM INTERESSO EM VOCÊS: SUA GRANA POR EXEMPLO. 
3) FIQUEI PASMA AO LER CERTOS COMENTÁRIOS. DÁ PARA VER O QUANTO CERTAS MULHERES FICAM CEGAS QUANDO ESTÃO APAIXONADAS. AO LER DÁ PARA VER CLARAMENTE QUE AS MULHERES SÃO ENGANADAS, MAS ELAS NÃO PARECEM TER ESSA PERCEPÇÃO. 
4) EU JÁ VISITEI PAÍSES MUÇULMANOS (TURQUIA, MARROCOS ETC.). SÃO PAÍSES BONITOS E INTERESSANTES PARA VISITAR, AGORA EU MORARIA JAMAIS NUM DELES! NA CULTURA DELES, A MULHER É INFERIOR AO HOMEM. SOU UMA MULHER LIVRE E FELIZ, NUNCA ACEITARIA SER PODADA. E VOCÊS PODEM TER UMA CERTEZA: MARIDO MUÇULMANO IRÁ LHE INTERDITAR UM MONTE DE COISAS. QUASE TUDO!
5) VEJO QUE MUITAS MULHERES COMENTAVAM QUE OS NAMORADOS VIRTUAIS ERAM CIUMENTOS. DA PARA NOTAR QUE ELAS ACHAM ISSO "FOFO". CIUME NÃO É SINÔNIMO DE AMOR. CIUME É POSSE, CIUME DEMAIS É DOENÇA! TEM QUE FUGIR DISSO TUDO! 
6) NÃO TROQUEM SEU BRASIL POR UM DESSES PAÍSES!!!






662 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   601 – 662 de 662
Anônimo disse...

Os que só tem amigos homens são os piores[machista] se posso chamar assim,eu fui pedida em casamento com uma semana no quarto mes comecei a acordar mas já havia enviado uma carta para eleconseguir o visto facil para vir ao Brasil,nunca me assediou mas em nossas brigas me chamava de ignorante burra insoleta e outras,me apresentou a mãe tambem por varias vezes...e não sei onde vai acabar sei que não será uma boa experiencia mas estou me resgardando com bons advogados e não pretendo sair do pais.

junior disse...

Pra anônima de 3 de outubro de 2016 as 9:59

Filha vc é masoquista ? Já sabe que o negócio é ilusão e que vai dar merda e ainda fica insistindo nisso, mulher gosta de sofrer mesmo já não bastasse as que sofrem na mão de alg vagabundo brasileiro existem as que são piores querem sofrer na mão de vagabundo estrangeiro.

É brincadeira negócio desses , 99% dos casos os punheteiros das arabias estão afim só de sexo virtua mas as brasileiras espertissimas qcham que vão casar com algum sheik Árabe kkkkkkkkkkkkk esse blog não é de comédia mas me mata de rir

Anônimo disse...

Que conversa estranha, processou? Uma pessoa que fala mal de vc, n é simples assim processar. Estou achando o seu depoimento meio fantasioso.

Anônimo disse...

Você está certa. Sou católica, tive um noivo evangélico brasileiro, que me me roubou e me traiu. Foi sorte eu perceber antes de me casar... isso ocorre o tempo todo aqui em nosso Brasil. Homens cristãos que batem em sua mulheres, estupram sua prole e muito mais. Fora os cristãos que roubam e metralham as pessoas em assaltoa, por n ter dinheiro para lhes darem, enfim, UMA LOUCURA.

Anônimo disse...

Honestamente com voce esse ai nem estar disfarçando o caracter dele sou casada com um árabe e o que posso aconselhar pra vocês que é falar por experiência própria e que jamais um árabe vai pedir dinheiro há uma mulher mesmo que seja a noiva ou a esposa dele os Árabes de verdade São bastante machista nessa questão de pedir dinheiro a mulher se esse já lhe pediu ja deixou bem claro o caráter dele a conselhos todas vocês quando ouvir essas declarações e pedido de casamento exija falar com algum membro da família por câmera questione se a família também sabe do interesse dele de se casar com uma extrangeira pois dessa forma se tudo for mentira você irá saber que nenhuma da família e digno de credibilidade...

Anônimo disse...

Tem Ejaz hussain EJAZ. Ele namorou comigo e com mais mulheres aqui no Brasil.

Anônimo disse...

Fazia parte de um grupo (já não faço mais, saí) onde um homem da Argélia me chamou e pediu pra que o adicionasse aos meus amigos, achei prudente conversar primeiro, pois não adiciono pessoas que não conheço, em menos de meia hora de conversa, através do tradutor do Google, ele quis saber se eu era casada, respondi que sim, que amo e respeito meu marido, assim mesmo ele insistia em querer fotos minhas, disse que não enviaria, pois procuro apenas fazer novas amizades na internet, AMIZADES e nada além disso. Friamente ele disse que queria ser meu amigo e meu amante, perguntei o que ele pretendia e se sabia o que era um 'amante', ele disse que sabia e que faria tudo que os namorados fazem, achei a conversa estranha e vi que alí estava uma dessas situações que vi descrita aqui, quando questionei sobre o por quê querer fotos minhas, ele responde : "Eu também te amo".
Absurdo total, uma pessoa completamente desconhecida vir falar nesses termos com uma mulher que não conhece e que acabou de dizer que é casada, ama e respeita o marido. Eu o bloqueei e vi que realmente as pessoas estão sem noção nenhuma do perigo que representa a internet e das intenções de quem está do outro lado. Mulheres que se submetem à esse tipo de 'cantada' tá no mais absoluto desespero, iludidas acabam se relacionando virtualmente com pessoas das quais não sabem nada e se envolvem numa situação que pode trazer muito sofrimento. Se cuidem, e fiquem atentas, internet é um território muito perigoso.

Anônimo disse...

Eu conheci um árabe (do Iraque) muçulmano em uma lanchonete, ele veio até mim e pediu meu telefone, eu tenho 39 e ele 23 anos, eu disse que não pois tinha idade para ser mãe dele, mas entre vários gracejos lisonjeadores acabei passando meu número para ele.
Ele mandou inúmeras mensagens e nunca respondi, dois meses depois, com ele ainda enviando mensagens bonitas, acabei por me convencer de que talvez fosse uma boa idéia, comecei a conversar com ele e achei uma graça, até que resolvi dar uma pesquisada na internet e achei este site.
Só achei estranho que o garoto é trabalhador, parece mais interessado em me dar do que em me pedir, já mora no Brasil há pelo menos um ano, talvez esteja apenas carente. Alguém me dá uma dica?

Anônimo disse...

É bem complicado esta generalização que as pessoas fazem. Criam rótulos para um grupo de pessoas. "Brasileiras putas" ou "muçulmanos doentes" são alguns deles. Cada pessoa é um ser único, não importa se é brasileiro ou muçulmano. Pra início de conversa rotular todo árabe de muçulmano já é um equívoco que gera o preconceito. Eu li na matéria um depoimento de que brasileitas usam shortinho, mini saia, silicone. Isso é generalizar demais. Quantas brasileiras tem grana pra colocar silicone???? Shortinho, nem todas gostam. Lembramos que no brasil é grande o número de evangélicas. E por que chamar o homem árabe de muçulmano? Nós nos referimos aos brasileiros como "os cristãos"? Não! A cultura árabe é bem diferente da nossa. E a religião que predomina no oriente médio é a islâmica. Não é uma crença cristã. É claro que isso soa muito estranho e contrário ao que nós ocidentais conhecemos. Veja bem, no brasil existem cristãos (católicos, evangélicos...) que cometem muitos crimes: roubam, estupram, matam mulheres, crianças, etc... e se diziam cristãos. Então como rotular um grupo de pessoas devido a conduta medíocre de alguns? Você vai encontrar árabes que se dizem muçulmanos e são vigaristas. Você vai encontrar cristãos que são vigaristas. Por que o ser humano é assim, independente de sua cultura ou religião.

José Atento disse...

É um erro julgar o islamismo pelo comportamento dos muçulmanos. É correto julgar o islamismo por aquilo que ele ensina e como isso forja o comportamento dos muçulmanos. O problema está exatamente naquilo que o islamismo ensina. Sugiro que você se inteire sobre os "direitos das mulheres no islamismo", algo que irá certamente ajudar na compreensão do problema. O link é: http://infielatento.blogspot.ca/2009/09/o-manual-de-lei-islamica-reliance-of.html

Imaculada Aparecidapires disse...

Me responde algo conheço um argelino de quarenta e seis anos divorciado ele e muito romântico e bonito. só que e viciado em sexo .diz que me ama nunca falou em casamento, só diz que me quer junto dele que me aceita e quer ser meu to ficando doidinha me ajuda ai

Gouws Juanita disse...


Meu ex-marido agora está de volta para mim novamente com a ajuda de um conjurador de mágico; Nomeado doutor Moduku. Estou tão feliz hoje.

Saudações de mim Juanita!
Meu nome é Gouws Juanita e eu quero compartilhar brevemente meu testemunho de como este conjurador de mágico chamado doutor MODUKU me ajudou a trazer de volta meu ex-marido. Estou tão feliz hoje que meu marido que me deixou por muitos meses agora está de volta para mim novamente com a ajuda do doutor Moduku. Faz cerca de um ano que ele me deixou por outra mulher. Desde aquela época, tenho cuidado do nosso filho sozinho. Para mim, não havia nada que eu fizesse mal a ele que o fizesse tomar tal ação. Então, ele estava sempre reclamando que ele estava cansado de mim. Estamos casados há muitos anos, mas ainda me pergunto por que ele tomou tal ação. Eu amo tanto meu marido e não quero perdê-lo por outra mulher. Então, desde que ele me deixou, eu estive procurando uma solução para trazê-lo de volta para mim novamente, mas eu não poderia multa qualquer. Para cortar a história curta Cerca de oito a nove meses mais tarde, eu estava na internet onde eu vi um testemunho incrível de uma senhora que realmente narrou como um conjurador de mágico; doutor Moduku ajudou-a a trazer de volta seu ex amante. Então eu entrei em contato com o doutor com a informação da senhora exibido na internet. Eu expliquei meus problemas para ele e ele prometeu me ajudar. Ele também me deu um teste para ter certeza de seu trabalho e ele me assegurou que meu marido vai voltar para mim em menos de sete dias quando ele está completamente. Ele me disse algumas coisas certas que eu precisava fazer e eu fiz o mesmo. Quando o doutor Moduku terminou com sucesso seu trabalho, Meu marido voltou para casa no quinto dia e pediu desculpas pela dor que ele me custou. Foi realmente uma grande surpresa para mim, porque eu nunca pensei que o trabalho que ele fez para mim poderia ser tão rápido. Com a ajuda deste médico, meu marido está finalmente e totalmente de volta para mim novamente. Na verdade, vou viver para lembrar este grande trabalho doutor fez MODUKU para mim. O doutor Moduku trouxe alegria, unidade e amor a minha família outra vez. Você pode entrar em contato com o doutor moduku hoje se precisar de ajuda em qualquer área do seu casamento, saúde ou relacionamento. Ele também pode ser de ajuda para você. Os detalhes de contato do doutor Moduku são os seguintes. EMAIL: homeofsolutionsandcure@hotmail.com CONTATO/SMS:+2348100276732, WHATSAPP:+2348100276732 WEB SITE: http://homeofsolutionsand.wix.com/moduku

Valeria Dias Santana Tosta disse...

Estou conversando com um rapaz que tem 26 anos que mora no Cairo Egito,nos conhecemos através de um jogo online de domino,ele me pediu o face eu passei,desde então passamos a conversar eu disse a ele que sou casada e que minha filha tem a mesma idade que ele. Ele disse que podemos ser bons amigos,passou uma semana disse que está apaixonado kkkkk, dei risada mesmo....Jamais acreditei...ele diz que vai me esperar um dia eu aceito casar com ele...que ele espere pois esse dia nunca vai chegar.É um belo jovem nome dele é Islam.
Fiquei muito feliz em ler todos os relatos desse Blog. Apesar dele até agora não me dizer nada que tenha me desagradado,nem fala em sexo ,e nem me pede fotos. Deixo o nome dele ai registrado vai que ele é mais um louco.

Edna Galina disse...

olha pela minha experiencia o que eu posso lhe dizer, que no final das contas não generalizando mais o que todos querem é uma forma de obter um jeito de vir ao Brasil, segundo dinheiro e por ultimo sexo.e fotos nuas.

Anônimo disse...

Ola... Eu estou passando por isso, ele e do Paquistão e conversamos a todo tempo pela web can. O que me empresionou foi o pedido de casamento. Falo muito pouco em englês ele pede para que eu treine bastante pede para eu ir para lá eu falei que não vou ele diz que formando ele vem me encontrar. E assim logico nao confio, não irei para la não aceitei o pedido de casamento, maisgosto de conversar com ele. Não sei oque fazer. Deveria parar ate com este contato? Já não sei oque pensar.

Edna Galina disse...

As coisas começam assim eles, nos envolvem com suas mentiras e quando vêem que estamos apaixona apaixonadas ai começa o tormento as ameaças e traicaoes e em pouco tempo você ira fazer tudo que ele quer. Mais aviso de quem já passou por isso e que já viu uma amiga muito próxima perder tudo o casamento dela, dinheiro, e amor próprio e hoje sofre de depressão e corre atrás dele dia e noite na internet buscando saites onde ela acha que vai encontea-lo e quando encontra ele pede dinheiro ela não tem para dar ai ele bloqueia ela. Esse rapaz que ela ama se chama Hassan Sade e é da palestina.

Anônimo disse...

PAIXÃO É SENTIMENTO QUE CEGA. LEVEM A VIDA MAIS A SÉRIO. NÃO SE ILUDAM.

Unknown disse...

Gente que medo

Anônimo disse...

Hassen Rebai

Andressa Prado disse...

Como só vi seu comentário hoje, não sei se já teve resposta com relação à isso ! Por tudo o que li, esses caras tem o mesmo "modus operandi" para conquistar um brasileira. Posso te dizer uma coisa ! É bem comum esse tipo de cara que só fala contigo pela lan house porque esse deve ser mais pobre que os pés de chinelo que costumamos conhecer no Brasil. E pelo que sei,
Eles fazem de tudo pra sair do inferno que é a vida deles pra tentar uma vida melhor, e a mulher brasileira é uma ótima "vítima" ou "oportunidade" por conta da nossa mania que querer achar o príncipe gringo Aladin das Arábias nas nossas vidas. Independente da religião, relacionar-se com alguém pela internet é algo muuuito delicado! Ainda mais se o boy não mostra o rosto, posso dizer que é melhor ligar o botão do alerta vermelho, porque se já vendo a pessoa às chances de ele só querer zoar você é grande. Imagina sem saber ao menos o rosto dele é poder observar o que há ao redor da pessoa e etc como : ver onde ele mora, analisar como a pessoa reage quando você faz determinadas perguntas a ela ... Enfim. Seja com um boy daqui, seja com um de lá, primeiramente a gente tem que se valorizar .bjo

Anônimo disse...

Tome muito cuidado pois na sua maioria eles trabalham em.ciber café e eles dizem a todas que as amam mais se vc acha que é a única na lista dele vc esta completamente enganada

Anônimo disse...

Muito cuidado.a.sua historia é igualzinha a minha ate nos detalhes e eu me lamento ate hoje pois perdi tudo ate familia por causa de um namorado da argeria e eu estava ate com casamento marcado

Andrea disse...

:)

Anônimo disse...

Pare de ter amizade com mulçumanos casados.

Anônimo disse...

Eu conhesci um turco, mas ele fala que nao tem familia que morreram num acidente, ele é muito dosce fala belas palavras nao me desrespeita, mas confesso que fiquei com o medo

Anônimo disse...

Olá, minha experiencia foge um pouco das relatadas. Conheci um muçulmano pela internet em um curso online de inglês. Ele é simplesmente apaixonante, lindo, inteligente, um sonho.
Desde o início ele disse que era casado e só queria amizade e assim tudo começou. Como ele tem um compromisso aqui no Brasil, todo ano ele passa uma semana aqui, mas com o detalhe, ele não fala português, logo o que era para ser um encontro para tomar um café com um amigo super agradável se tornou um relacionamento intenso. Ficamos juntos todo o ano e nesse meio termo ele me contou que em um dado momento da vida conjugal, ele e sua esposa estavam pensando em se separar e ele se relacionou com outra pessoa, também brasileira, e eu comecei fazer algumas perguntas, sim sou curiosa e ciumenta também, então ele resolveu me passar o skype para eu perguntar direto para ela, ja que eu nao estava acreditando em algumas coisas. Enfim, essa pessoa me contou que sofreu muito com ele, falou muito mal dele, que ela inclusive precisou de psicólogo para poder retomar a vida. Fiquei muito sentida com a história dela e nunca esqueci uma virgula que ela me contou e, claro, mudei completamente a forma de vê-lo, não era mais o amor da minha vida, era uma pessoa egoísta que não se importava em fazer quem quer que fosse para satisfazer o ego. Mas quanto mais eu tentava me distanciar, mais companheiro e acolhedor ele ficou, comentei com ele o que tinha descoberto e ele só respondeu que nada daquilo era verdade e nessa conversa decidimos ser apenas amigos e ficavamos praticamente 24 horas com a cam ligada, isso mesmo, no meu trabalho, na minha casa, dormíamos com a cam ligada e isso mudou um pouco, nao muito mas mudou. E ele veio ao Brasil novamente, achei que fosse morrer quando o vi no aeroporto de tanta felicidade, entendi que realmente o amo. Tivemos duas semanas maravilhosas aqui, mas antes dele vim para cá, eu descobri que ele estava conversando com outra moça, brasileira tambem, e então enviei todas as nossas conversas para a esposa dele e no penúltimo dia dele aqui, ela enviou uma mensagem para ele avisando que estava saindo de casa, do emprego e que tudo estava terminado entre eles. Choramos um nos braços do outro na despedida, quando ele chegou lá, só me mandou uma mensagem que tinha chegado bem e me deletou. Ele continua falando com a minha família, mas comigo nunca mais. Eu sei que destrui a vida dele, dói o fato de perdido o amor da minha vida. Quem sabe mais para o futuro tudo se ajeite ainda mais porque agora ele esta sozinho. Eu o amo e sei que ele me ama, só o tempo conduzirá tudo.

Anônimo disse...

Um jovem egííco se aproximou de mim no msn do face. mais estranho que printou o meu convite de amizade para ele, sendo que nunca o fiz. Alíás, nunca aceito convites de pessoas de língua árabe. Resolvi, depois de um tempo, respondê-lo. Sou jornalista e hoje trabalho em uma força da Segurança Pública do meu Estado. Tudo que postaram aqui é verdade. Pesquisei depois de achar muito estranha a conduta dele sobre carta convite, ¨não tenho dinheiro, ¨te amo¨, etc. Como é bem mais novo do que eu e, após ter conhecimento das postagens sobre o assunto, comecei a dar corda pra ele e me vingar das brasileiras, dizendo a ele algumas coisas de que precidavam ouvir. Aos poucos fui fazendo o jogo dele. Ele até é legalzinho mas, em pouco tempo, já queria fotos , sexo virtual...Daì pergunto: sexo virtual não os deixa impuros, ou melhor, deixam de ser virgens? Pois, ele começou a me ligar e enviar nudes. Todos os dias fala comigo. Não me deixa em paz. Manda carinhas tristes e tudo mais que possa fazer pra me convencer. Passei a dar uma de mulher envolvida e ofendida.
Só não liguei pra tudo isso porque não sou uma mulher carente. Não sou largada etc.
Mas, sei que muitas devem entrar nessa. Penso em ir ao Egito sim porque é um sonho antigo. Obviamente nunca vou me casar com ele. Não sou boba a esse ponto. Amo meu país e minha cultura. Não abro mão por nada nesse mundo. Depois,já fui muito amada, casada, e tive filhos. E, como sou uma mulher madura e independente, irei sim ao Egito. Posso até encontrá-lo e viver alguns momentos, mas nada além disso. Hoje, o contato com ele apenas me ajuda para aumentar a minha autoestima. Quem não gosta de ver alguém correndo atrás e postando toda hora ëu te amo, eu vou morrer sem você, eu sinto sua falta¨... Enfim, minha postagem também é para alertar as brasileiras. Cuidado! Nosso país também têm homens bons. Acreditem.
Quanto ao nudes ou outro tipo de relacionamento virtual, nunca o fiz. Mas, quem gosta e se sente livre para isso tudo bem. A mim me reservo o direito de viver o que eu quiser agora, na minha idade, desde que não me prejudique materialmente, emocionalmente, moralmente.
Resumindo, percebi que homem é homem em qualquer lugar do país.
Boa sorte a todas.
Adriana

Swelma disse...

Estou em duvida quanto a um muçulmano , há 5 meses me correspondo com ele mas descobri que ele fala com outras brasileiras quer vir para o Brasil, p às ra me conhecer mas eu não acredito muito ele me parece obsecado pra vir , tenho medo que desvie o caminho e vápara outro estado sou maranhense ,... gostaria de ouvir sua oopinião nãosei o que fazer !

Anônimo disse...

ESTOU CONVERSANDO COM UM MUÇULMANO A MAIS OU MENOS TRÊS MESES ELE É UM FOFO BEM EDUCADO FALA MUITO EM AMOR QUE QUER ME CONHECER DIS QUE ME AMA eu falei sobre a religião dele e eu disse que sou cristã pra ver sua reação mas ele disse que respeita minha. cada um é livre então perguntei sobre eles ter direito em casar com outras mulheres ele me falou que me ama e quer somente eu. e tem mais disse que tem lojas e é jogador de futebol até ser jogador acho que é verdade pois manda muitas fotos dele com amigos e onde esta no momento mas quando fala comigo por video no facebook vejo que sua casa é bem humilde nao sei o que faço pois disse que virá ao brasil para me conhecer o que faço ?

Anônimo disse...

Teu esposo so se comporta bem prq mora no BR, va morar la com ele e tudo que ele aprendeu e que esta dentro dele, virá a tona num instante !

Anônimo disse...

Pior é qnd mentem dizendo que ñ precisa se converter, e depois de casados começam a exiger conversão !

Anônimo disse...

O face book dele é fake, se ñ fosse ele postaria muita coisa relacionada com familia, pois eles são muito apegados com familia, e a vida deles se resume em:RELIGIÂO E FAMILIA !

Anônimo disse...

Menina, agradeça a Deus pelo fato dele ter dodo as meninas pra vc, ja pensou se ele quisesse se vingar e ñ desse ?mas com certeza se fossem meninos ele ñ daria.

Anônimo disse...

Mas Ele casou tambèm com uma criança de 7 anos, e qnd ela estava com nove ele a estupro.

Swelma disse...

Verdade ! E obrigado tbem pelos conselhos me ajudou muito , estou conversando com um já há algum tempo e ele diz que quer vir para o Brasil , esta louco pra que eu envie a carta convite mas estou meio receiosa , encontrei no face dele outras brasileiras e tenho certeza que ele deve falar a mesma coisa pra ela ele jura que não mais não acredito , agora vive cobrando ciumes do nada o que faço ? Como posso ter certeza que ele esta falando a verdade ou mentindo ? Eu devo enviar a carta a ele ? Me ajude por favor sem querer me apeguei a ele o nome dele é fahad Ali alguém conhece ?

Anônimo disse...

Olha eu já vivi o mesmo que vc durante um ano e meio entao com toda certeza eu te digo não mande nada porque se ele vier ao Brasil não vira pra vc, e se vier sera por vc e muitas outras. Então fuja enquanto ainda pode.

Anônimo disse...

Eu fico impressionada com a disponibilidade de algumas pessoas para serem enganadas. Apesar de alguns comentários terem sido feitos há 3 anos, decidi escrever assim mesmo na esperança de que alguma mulher tenha um mínimo de discernimento e repense suas atitudes. O autor do blog escreveu o artigo, cheio de embasamento, com exemplos, links etc. Aí vem umas mulheres, lêem o artigo, suspeitam que estão vivendo a situação e perguntam, "o que deve fazer?" Ora! Largar o homem é claro! A menos que você queira fazer o papel de trouxa consciente, aí é problema seu!

Anônimo disse...

Boa noite,
conheci um Argelino no facebook [Farid Lagha] em 2012, sempre nos falamos pelo IMO, skype, quase todo dia nos falavamos, é a mesma conversa de todo no primeiro dia já ama, VC já vira o amor dele........,depois continuo.

Anônimo disse...

Ola eu conheci um muçulmano. Ele mora na Tunisia. Ele dissebque me ama . Todos os dias e tem 32 anos. Eu tenho 45. Eu falei para ele que não ia morar la. Como ele me pediu em casamento eu disse que quero morar no Brasil. E que ele tem qie vir para cá ficar como turista pra gente olhar olho no olho e conversar pessoalmente. E depois sim casar com as leis do meu país. E que sou cristã. Ele disse pra mim ver qto custa passagem e etc. E disse que vem. Eu vou na net e vou mandar pra ele o preço. E os documentos que precisa pra ele casar aqui comigo. Ele disse o que ele vai fazer aqui. Eu disse aprenda o português e procura trabalho. Pois trabalho tem em tofo lugar. Ele disse que não quer ser um fardo para mim e que quer trabalhar. Pois la ele trabalha com uma linha de cosméticos. Eu disse que ele vai se dar bem aqui trabalhando com o que ele faz. Agora estou um pouco com medo. O que me disse me ajuda preciso de resposta me chama por Nany pode me responde chamando esse apelido por favor?

Anônimo disse...

Só agora que estou lendo.....caí fora é golpista.

Anônimo disse...

SOU DE VITORIA , CAPITAL DO ESPIRITO SANTO. NAÔ SEI COMO ESTES CARAS APARECEM NO FACEBOOK PEDINDO PARA ADICIONA_LOS. ELES SEMPRE PEDEM SKYPE, EU NUNCA QUIS CONVERSAR COM ELES. UNS ME XINGARAM PORQUE QUERIAM ME VER. DISSE IMPOSSIVEL, OLHE MINHAS FOTOS PELO FACEBOOK. SABE O QUE ALGUNS ME DISSERAM? SUA PUTA!. A MAIORIA DELES E QUERER PEDIR FOTOS NUAS E SEXO VIRTUAL. VCE FAZENDO OU NAO E CONSIDERADA PUTA PARA ELES. ATE PORQUE PELOS RELATOS, POR FAVOR NE MULHERADA SE DE VALOR. NOSSO CORPO E SAGRADO.SEJAMOS MAIS AUTO CONFIANTES PARA NAO CAIRMOS NESTAS CILADAS. CARENCIA SIM , BURRICE NAO......... SE CUIDEM! BJOS.

Anônimo disse...

O mais importante é não generalizar, sou casada com um muçulmano, eu já havia me revertido antes de conhece-lo temos um casamento normal sem essas coisas absurdas que vejo em muitos comentários feitos principalmente por homens , isso eu já percebi, a verdade que são homens que nos respeitam muito, são fiéis e não são dados as patifarias que homens que não gostam de compromissos fazem nesse Brasil, é claro como muçulmana ando com roupas descentes sem expor em excesso o corpo, porém normais , não sou obrigada a fazer nada que eu não concorde, existem diferenças culturais em alguns aspectos isso é verdade, mas nada que uma mulher inteligente e ligada nas problemáticas atuais , não sejam capazes de resolver, as pessoas são enganadas muitas vezes por que só ouvem o que querem , só entendem o que querem e nada importa se não a vontade deles que infelizmente podem as levarem ao caos de vida tanto com um brasileiro quanto a com um estrangeiro.

Anônimo disse...

Olá à todas as mulheres daqui! Estou escrevendo para alertar sobre o golpe do casamento, pois passei por isso!

Conheci em meados de 2010 um muçulmano do Marrocos! Lindo romântico, atencioso, carinhoso! Trocávamos e-mails de mensagens todos os dias! Depois de 5 meses de mensagens ele começou a me chamar de esposa, pois no islã não existe namoro nem amizade. Ou você é logo noiva para casar, ou não deveria nem mesmo falar com um homem desconhecido (mas só fui saber disso bem mais tarde). Por não saber desse detalhe eu estranhei no começo ele me chamando de esposa e questionei. Ele me convenceu que que me amava á ponto de já se considerar casado! Trocamos mensagens por mais alguns meses e o teor delas ficava cada vez mais romântico e apaixonado! ao mesmo tempo ele tecia montes de planos! Ele iria vender sua casa e o lote de terras que alugava para os vizinhos plantarem um pomar e usaria esse dinheiro para vir ao Brasil, onde nos casaríamos e viveríamos, já que na opinião dele a vida aqui era mais fácil, por conta da famosa abundância do pais!

Só que ele me convenceu á mandar dinheiro, dizendo que a mulher precisava, segundo os costumes deles, pagar um dote. ele me convenceu de que esse pagamento era uma espécie de seguro que a mulher deveria oferecer ao noivo em caso de desistência do compromisso, principalmente se envolvia venda de propriedades do noivo.

Eu, muito boba aceitei. Mandei o dinheiro para ele e ele sumiu por meses! Entrei em desespero, com as mensagens não respondidas. Chorei muito, não conseguia comer, nem dormir e para piorar eu ainda tinha que pagar as parcelas do empréstimo que fiz para ter o valor que ele me pediu!

Depois de meses ele do nada reaparece! Com uma conversa de que o computador dele queimou e como ele estava juntando todo dinheiro possível para vir ao Brasil, ele optou por dar prioriadade á vender a casa e o lote e depois comprar outro computador.

Já não sabia mais se acreditava nele ou não! Mas como ele voltou ao assunto da viajem, dizendo que o lote fora vendido e a casa colocada em aluguel para ser ocupada assim que ele se mudasse, eu acabei acreditando na palavra dele e aceitei refazer os projetos.

Ele me pediu mais dinheiro, para pagar as passagens, eu resolvi que no lugar disso eu pagaria por elas ele protestou, reclamou que eu não confiava nele, chorou, bateu o pé e ameaçou que pararia de falar comigo por eu não confiar nele! Como eu não queria passar outra vez pela angústia de não falar mais com ele, cedi novamente e mandei mais dinheiro.

Alguns dias depois, recebi um e-mail de uma moça que se dizia prima da esposa marroquina dele! Meu mundo caiu! Nesse e-mail ela anexou fotos dele, com essa esposa, fotos de família, fotos dele em situações cotidianas. E também anexou fotos de outras mulheres de outras nacionalidades que eram as "esposas' virtuais dele! Mulheres que também caíram no golpe do casamento á distância e enviaram dinheiro á ele.

Ela fez a denúncia depois da prima estranhar o comportamento dele, horas na internet, falando com mulheres desconhecidas e também a quantidade de bens que ele ia adiquirindo e que não eram compatíveis com o salário de SAPATEIRO dele! ele não era um homem próspero, dono de um grande lote de terra que alugava para os vizinhos terem um pomar coletivo!

A esposa desconfiada pediu ajuda a prima e esta consegiu instalar um programa espião no computador e derrubar a farsa!

E eu fiquei sem dinheiro, sem 'marido" e com uma depressão séria e dividas tambem, no lugar!

Maisa Emam Hassan Ali Bakit disse...

Estou de acordo com este blog,pois fui vítima de um egípcio.
Conhecí Hassan através do facebook,onde ele era carinhoso,cheio de educação e me pediu em casamento.
Começou errado,porque eu mesma tive que pagar as passagens de ida pra o Egito e até mesmo alguns trâmites do casamento.
Os costumes completamente diferentes,alimentação fraca e sem nutrientes.
Eu achei maravilhoso o pedido de casamento,pois;eu já amava o isla e sabia que iria enfrentar dificuldades perane os costumes do país,más;estava disposta sim e era devido ao amor pelo isla e por estar apaixonada de verdade.
Porém,ele me convenceu a desfazer de tudo oque eu tinha no Brasil,emprego instável,móveis,cachorro,roupas e vender minha casa.
Por amor eu fiz tudo isso sem pensar. No segundo dia no Egito;a filha dele de 9 anos,começou a me incomodar,batendo na porta bem cedo,para pedir dinheiro para ele,para levar pra esola. A outra família dele,já infurnou na nossa casa também. E isso tudo foi me esgotando,e ele sequer pediu para família dele,deixar eu me acostumar com seus costumes aos poucos. A porta de minha casa,tinha que ficar aberta o dia todo e a noite,só se era fechada,na hora de dormir. Minha casa era um entra e sái o dia todo,das pessoas da família dele. Ele já não era mais carinhoso. Os 10 mil que eu mandei minha família enviar para lá,se transformaram em quase 30 mil no Egito. Porque o dinheiro do Egito não tem valor e o do Brasil é superior. Esse dinheiro chegou lá,e meu marido sequer deixou eu colocar as mãos nele. No Egito,se um egípcio se casa e a muler tem bens;esses bens também é do marido. Ele gastou todo meu dinheiro,pagando dívidas da família,internete,buscou seu carro que estava penhorado no banco,comprou roupas novas para seus filhos e a outra esposa,abasteceu sua lojinha e o restante ficava guardado em seu bolso. Começaram as agreçoes,como se eu estivesse cometendo algo errado,ao reclamar da porta da casa aberta. Ele queria que eu viesse ao Brasil,pegar o restante do dinheiro da venda de minha casa,dizendo qe se eu não fósse,me jogaria nas ruas do Egito. Eu fui no consulado e pedi ajuda. consulado me dêu as passagens e eu disse para ele que vinha no Brasil para resolver prblemas e com 10 dias retornava.
Os dias se passaram e até hoje ele não me enviou dinheiro para meu retorno ao Egito,mesmo eu estando casada com ele. Ele apenas dis que esta passando por difíceis situação. Sempre é a mesma conversa. Estou hokje na casa,cada dia de um parente. Sou humilhada,estou passando fóme,fóme mesmo, As vezes minha bôca fica séca e sinto-me muito fraca,devido a falta de nutrientes no corpo.
Isso serve de alerta para as mulheres do Brasil,que acreditam naspalavras ditas por um desses homens de internet como ( HABIBI, MINHA ESPOSA, ANA BHEBK ANTE,ZWGA)
Não cáiam nessa.
Obrigada
Salam Aleikum

Anônimo disse...

No ano 2015 conheci um jordaniano pelo facebook, ele me disse que era casado e tinha duas filhas,apos uma semana conversando ele me disse que gostaria de me visitar no Brasil, imediatamente eu o bloqueei pensando que poderia ser um mal carater,após um ano e oito meses eu desbloqueei, então ele me perguntou onde eu estava todo esse tempo,imediatamente ele me perguntou se eu poderia viver fora do brasil eu disse que sim desde que eu tivesse um trabalho para me manter então ele me disse se você se casar o marido tras o dinheiro para casa eu sorri e disse que eu sei que muçulmanos gostam de garotas mais jovens e eu tenho 33 a mesma idade dele apesar de eu não aparentar essa idade ele me disse que isso não era importante eu pensei ser golpe e perguntei sobre a esposa ele me disse que se divorciou em 2015, após me conhecer pois ele não a amava ela era esposa do irmão falecido e nunca dormiram juntos casaram por insistência dos pais então ele me pediu em casamento eu disse não ele disse que eu deveria vir a Jordânia para conhecer ele e a família tudo pago por ele então ele enviou me 5 mil reais, eu vim em fevereiro de ,2017 a Jordânia estava muito frio ele comprou muitas roupas e calçados para mim por causa do frio, nos casamos dia 30 de março ele me dei um casamento de princesa como ele havia prometido com direito a muitas joias como com as garotas arabes uma bela casa toda imobiliada com os melhores móveis e faz todas as minhas vontades não me deixa faltar nada como ele me prometeu, enfim nem todos os habibis são mal caráter basta ter atenção porque a maioria so quer se aproveitar das garotas por acharem que as brasileiras dão sexo fácil

Unknown disse...

isso é do ser humano não da religiao

Anônimo disse...

Cai fora já! No meu face todo dia vem convite para amizade desses caras muçulmanos e eu deleto na hora! Escrever palavras carinhosas qqer um faz, eles querem vir para este paraíso chamado Brasil. Nós, por sermos livres, pra eles somos putas. Cai fora, deleta, esquece, pelo amor de Deus!!!!

Anônimo disse...

Vc não deve ser mulher pra falar essa fantasia! Me poupe! Muçulmano é psicopata! Acha que sou burra pra engolir que uma católica fãs ou com muçulmano e ele te respeita? Kkkkkk conta outra!

Anônimo disse...

Vc vai se meter em encrenca ou morrer por conta dessa tua "curiosidade".. Cai fora! Se não se consegue conhecer bem o cara que a gente vê em carne e osso, imagina pela Internet! Depois vcs doidas e carentes, arrumam problema pra família de vcs tirar das garras desses psicopatas! Afff

Anônimo disse...

Coitados de seus filhos! Graças a Deus não tive uma mãe insana como vc,se liga! Os muçulmanos querem vir para o Brasil, lá o bicho ta pegando!

Anônima Deus disse...

Meu email do
dotrabalho.enf@gmail.com

Ana Paula

Anônima Deus disse...

Meu email
do trabalho.enf@gmail. Com
Tudo minúsculas e juntas

Anônima Deus disse...

Estou me comunicando com esse hossan
Meu email para mais detalhes
dotrabalho.enf@gmail.com
Obrigado

Anônimo disse...

Conheci um mulçumano pelo facebook já estou falando com ele a dois meses.Ele diz que me ama e que eu sou sua esposa e não namorada. Me pediu pra ir embora pro país dele Egito mais eu disse que eu não me caso com ele porque jamais serei a outra mulher. Ele trabalha em casa mesmo com comidas ele me disse que é casado mas que não vive com a sua esposa por problemas, ele disse que mora com a filha. Já conheci sua irmã e sua filha e também seus amigos ou seja ele me mostra pra todos ele diz que quer que o mundo todo saiba do nosso amor diz que sou a única mulher da sua vida, e que sou sua esposa ele não tem condições de vir ao Brasil mas não me pediu dinheiro algum disse que vai dar um jeito de vir me buscar e levar pra morar com ele as vezes discutimos por eu dizer a ele sobre as reportagem de brasileiras sendo enganadas por mulçumanos ele diz que é diferente que ele me ama muito e que não está mentindo pra mim. Por favor alguém me ajude com essa situação eu gosto dele mas não sei o que fazer com essa situação. Se alguém se comunica com ele me diz por favor ele mora na Alexandria tem um restaurante uma filha e pelo que sei seu nome é Sobhy por favor se alguém conhece me dê um help.Obrigado

Anônimo disse...

Filha,tu está em uma enrascada,numa fria,cai fora enquanto há tempo!

Pauline Bernard disse...

Meu nome é Paulina Bernard. Eu também estava tendo um problema semelhante, mas hoje é um dia de alegria da minha vida por causa da ajuda que DR Tugala me emprestou ajudando-me a obter o meu ex-marido de volta com sua magia branca e feitiço de amor. Eu era casado por 6 anos e era tão terrível porque meu marido estava realmente enganando em mim e estava procurando um divórcio, mas quando me deparei com DR Tugala e-mail na internet sobre como ele ajuda a tantas pessoas obter seu ex marido de volta e ajudar Definir relacionamento. E fazer as pessoas felizes em seu relacionamento. Eu expliquei a minha situação e, em seguida, procurar a sua ajuda, mas para minha maior surpresa, ele me disse que ele vai me ajudar com o meu caso e aqui estou agora comemorando porque meu marido mudou totalmente para o bem. Ele sempre quer estar ao meu lado e ele não pode fazer nada sem o meu presente. Estou gostando muito do meu casamento, que grande festa. Vou continuar a testemunhar na Internet porque o DR Tugala é realmente um verdadeiro feitiço. Ele é a única resposta para o seu problema e faz você se sentir feliz em seu relacionamento.

 CONTATO......
 E-MAIL: acubespiritualhome@live.com DIRECT / WHATSAPP NÚMERO +2348111959371

OU VISITE SEU WEBSITE EM.

Http://acubespiritualhome.wix.com/dr-tugala#!Instalaciones
Disponibles - Tratamientos / c1182

anonimo disse...

Meninas gratidão. Fico feliz em vê o relato de vocês tantos os positivos e os negativos. Eu namoro um mulcumano me ajudou muito as informações.

anonimo disse...

Raja alguém conhece?

Anônimo disse...

Olá

Anônimo disse...

Olá eu gostaria muito de um conselho eu estou namorando um paquistanês vai fazer um ano de namoro em 05 de agosto ele disse que me amava e queria casar comigo e fez promessas de amor e tal, nos discutimos várias vezes sobre a minha religião e a religião dele , confesso que eu testei ele eu fiz de tudo para ele me deixar mais ele sempre dizia que nunca me deixaria porque o amor que ele sente por mim é verdadeiro. mais eu estou um pouco insegura ele já me pediu dinheiro e eu disse que não tinha depois de algum tempo ele me pediu para que eu ligasse para ele no imo para fazer amor.e foi que eu disse para ele que eu sou virgem e as vezes quando ele me chama no imo ele me deseja mais eu me nego para ele , ele fica muito irritado e depois pede desculpas. ele diz para mim que eu não perder minha virgindade porque ele quer casar comigo, resumido ele quer vim para o Brasil esse ano e estou pensando será que ele vem só para ter relações comigo,! ou para me ver.! Ele diz que quer apenas dormir comigo e quer ficar perto de mim . Por favor me ajuda será que ele diz a verdade.

Anônimo disse...

Eu estou vivendo isso...tenho 40 anos e ele 20...eu já questionei todos os fatos q acontecem na internet...ele diz que nao quer nada de mim...so quer a mim, deletou todos os contatos do facebook e ainda me deu a senha para controlar....ele disse que vai mandar dinheiro para que eu vá até ele...mais ainda assim nao me sinto segura...

Anônimo disse...

Eu vivo uma situação semelhante...mais nao estoi segura com tantas noticias de golpes...

«Mais antigas ‹Antigas   601 – 662 de 662   Recentes› Mais recentes»