terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Egito, Marrocos, Líbano e Palestina: maioria dos homens acreditam que as mulheres gostam de ser assediadas sexualmente; mulheres e homems são favoráveis a mutilação da genitália feminina, diz estudo


Os resultados deste estudo são consistentes com a lei islâmica! Fonte: relatório da UN Women.

Abaixo eu destaco alguns resultados do estudo sobre comportamento da sociedade no tocante a gênero feito em 3 países e uma região, majoritariamente muçulmanos (Egito, Marrocos, Palestina* e Líbano) feito pela UN Women. Os resultados são assustadores pois mostram o efeito de como preceitos da lei islâmica acabam incultidos no comportamento da sociedade em geral, a ponto de se tornarem algo normal. É razoável compreender isso, pois estes preceitos são ensinados nas mesquitas, escolas, inculcados nas crianças, que crescem como adultos e os endossados em casa ao formarem famílias.

Pergunta: você quer isso no Brasil? E se sua resposta for NÃO, o que fazer para evitar que isso crie raízes aqui? 

Percentuais populacionais do Pew Research Center: Egito (90% muçulmano), Marrocos (99% muçulmano), Palestina (*Cisjordânia e Gaza; sem percentual confiável, mas claramente de esmagadora maioria muçulmana) e Líbano (54% muçulmano).

Percentual da população masculina que acredita que as mulheres gostam de ser assediadas:
  • Egito: 43% 
  • Marrocos: 71% 
  • Palestina: 48
Aprovam a mutilação da genitália feminina:
  • Egito: 70% dos homens e 56% das mulheres
Mulheres foram circuncizadas: 
  • Egito: 92%
Concordam que as esposas devem tolerar violência do marido para manter a família junta:
  • Egito: 90% dos homens e 71% das mulheres 
  • Marrocos: 62% dos homens e 46% das mulheres 
  • Líbano: 26% dos homens e 14% das mulheres 
  • Palestina: 63% dos homens e 50% das mulheres 
Concordam que é dever do homem ser o guardião das suas parentes mulheres: 
  • Egito: 78% dos homens e 79% das mulheres
  • Marrocos: 77% dos homens e 56% das mulheres
  • Líbano: 35% dos homens e 45% das mulheres
  • Palestina: 82% dos homens e 64% das mulheres
Concordam que o homem deve controlar quando a esposa pode sair de casa
  • Egito: 91% dos homens e 69% das mulheres
  • Marrocos: 69% dos homens e 45% das mulheres
  • Palestina: 91% dos homens e 77% das mulheres
Concordam que se uma mulher for estuprada, ela deve ser casar com o estuprador
  • Egito: 64% dos homens e 60% das mulheres
  • Marrocos: 60% dos homens e 48% das mulheres
  • Palestina: 57% dos homens e 52% das mulheres
Concordam que o modo que as parentes mulheres se vestem afeta a honra do homen:
  • Egito: 95% dos homens e 83% das mulheres
  • Marrocos: 83% dos homens e 76% das mulheres
  • Líbano: 68% dos homens e 32% das mulheres
  • Palestina: 82% dos homens e 66% das mulheres
Concordam que uma mulher morta pela honra geralmente mereceu a punição da família
  • Egito: 62% dos homens e 49% das mulheres 
  • Marrocos: 34% dos homens e 12% das mulheres
  • Líbano: 26% dos homens e 8% das mulheres
  • Palestina: 47% dos homens e 38% das mulheres
Concordam que o homem que mata uma parente em defesa da honra não deve ser punido:
  • Egito: 31% dos homens e 33% das mulheres
  • Marrocos: 14% dos homens e 9% das mulheres
  • Líbano: 12% dos homens e 8% das mulheres
  • Palestina: 35% dos homens e 22% das mulheres
Concordam que a mulher que se veste provocativamente merece ser assediada: 
  • Egito: 74% dos homens e 84% das mulheres
  • Marrocos: 72% dos homens e 78% das mulheres
  • Palestina: 64% dos homens e 65% das mulheres
Concordam que mulheres em locais públicos à noite estão pedindo para serem assediadas:
  • Egito: 40% dos homens e 43% das mulheres
  • Marrocos: 63% dos homens e 51% das mulheres
  • Palestina: 52% dos homens e 43% das mulheres
Concordam que mulheres uma mulher que está sozinha está pedindo para ser assediada:
  • Egito: 13% dos homens e 11% das mulheres
  • Marrocos: 21% dos homens e 11% das mulheres
  • Palestina: 23% dos homens e 16% das mulheres
Concordam que mulher que não cobre a cabeça com véu merece ser insultada:
  • Marrocos: 6% dos homens e 10% das mulheres
  • Palestina: 32% dos homens e 23% das mulheres
Percentual da população masculina que acredita que as mulheres gostam de ser assediadas:
  • Egito: 43% dos homens e 20% das mulheres
  • Marrocos: 71% dos homens e 42% das mulheres
  • Palestina: 48% dos homens e 32% das mulheres


Leia mais estatísticas que comprovam que a maioria dos muçulmanos deseja a implementação da Sharia em Muçulmanos querem a lei islâmica onde eles vivem ... e isso e preocupante.

Cena no Egito


Nenhum comentário: