sábado, 27 de janeiro de 2018

20 ações para des-islamizar a sociedade, do livro "Resistência: Guia para Parar a Islamização de Filip Dewinter"


Filip Dewinter é um político belga que resiste a islamização, e, por isso, claro, é rotulado como sendo de "estrema-direita" pela imprensa e pela esquerda pró-islâmica européia.

Ele escreveu recentemente um livro intitulado "Resistência! Guia de Resistência à Islamização."

Neste livro, ele apresenta um program com 20 ações para des-islamizar a sociedade belga, ações estas que podem muito bem serem aplicadas pela sociedade de qualquer país. Elas estão listados abaixo, bem como reproduzidos em vídeo do canal Portões de Vienna (se inscreva este canal, muito bom).

Ao final deste artigo, um outro vídeo no qual Filip Dewinter fala no parlamento belga sobre o islamismo e sua penetração nociva na sociedade belga.



Lista das 20 ações para des-islamizar a sociedade: 
  1. Retirada do reconhecimento e subsídio do Islão como religião reconhecida.
  2. Parar com os subsídios para mesquitas, imãs ou organizações islâmicas.
  3. Parar de receber imigrantes muçulmanos. Não dar acesso ao nosso país a pessoas oriunda dos estados membros da Organização de Cooperação Islâmica (OIC) 
  4. Todos os muçulmanos que vivem no nosso país devem assinar uma Declaração de Lealdade que rejeita as passagens intolerantes e violentas das fontes da fé islâmica, bem como a lei islâmica Sharia, comprometendo-se com os princípios de igualdade entre homens e mulheres, separação entre religião e o estado, liberdade de opinião e liberdade religiosa e prometer aplicar.
  5. Retirada da nacionalidade belga e expulsão de muçulmanos com dupla nacionalidade que não aceitam a Declaração de Lealdade.
  6. Proibição do véu ou lenço em todas as instituições públicas, setores de saúde, escolas. Proibição do véu islâmico nas funções governamentais (como policia, funcionários públicos e pessoal docente).
  7. Taxar os alimentos Halal.
  8. Proibição de minaretes.
  9. Parada de construção de mesquitas, fechamento de todos as radicais ou mesquitas financiada por organizações no exterior e escolas de ensino do Alcorão.
  10. Proibição de ritual em abates de animais.
  11. Nenhuma educação islâmica nas escolas.
  12. Proibições de organizações e partidos que podem ou tem o objetivo de introduzir a Sharia ou o califado ( como os grupos Hitzb ut-tahir, Milli Gorus, Jamaat Tablihghi, Irmandade Muçulmana, etc.
  13. Proibição do Islão nas prisões.Não há mais alimento Halal, Ramadão ou aula islâmica mas prisões.
  14. Não há mais espaços de orações islâmicaem escolas e universidades.
  15. Não é permitido tribunais da Sharia ou conselho de Sharia.
  16. Nenhuma aprovação do governo para feriados ou tradições islâmicas especialmente nas escolas, em lugares públicos, em centros culturais ou em outros lugares.
  17. Nenhuma chamada de oração pública (azan) no espaço público.
  18. Tolerância Zero no que diz respeito como a natação separada por sexo e outras expressões de Intolerância Islâmica.
  19. Tolerância Zero para quem possuem, para quem mostra ou distribui bandeiras,emblemas ou outros símbolos e propaganda de grupos islâmicos que glorificam, que propagam, que ensinam ou que adotam a Sharia ou a Jihad.
  20. Expulsão do nosso país e retirada da nacionalidade belga para todos aqueles e suas famílias que apoiam Organizações Islâmicas Radicais ou suas ideologias.

Vídeo: Filip Dewinter, fala na Câmara dos Deputados da Bélgica: "O Alcorão é a Raiz de todo Mal"




Página de Filip Dewinter.

Belgium awakens: Politician launches book called ‘Resistance’ to stop Islamisation, Voice of Europe.

Nenhum comentário: